Páginas

sábado, 18 de abril de 2015

Edinho Lobão é o mais faltoso da legislatura passada no Senado


Playboy assumido, suplente de senador do pai, Edison Lobão, acumulou 164 faltas na legislatura passada
Filho e suplente do senador Edison Lobão acumulou 164 faltas na legislatura passada
Na última legislatura, de fevereiro de 2011 a dezembro de 2014, nove parlamentares faltaram o equivalente a um ano de sessões. Deixaram de comparecer a pelo menos 112 reuniões destinadas a votações – ou seja, a um quarto das realizadas nos quatro anos. As sessões deliberativas são aquelas marcadas para votação, as únicas em que a presença é obrigatória.
O ranking dos parlamentares que deixaram de comparecer a 25% das 451 sessões deliberativas da legislatura traz nomes conhecidos da política nacional. O senador mais faltoso foi Lobão Filho (PMDB-MA), suplente de seu pai Edison Lobão (PMDB-MA), ministro de Minas e Energia no primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff.
Isso fez com que Lobão Filho exercesse o mandato por quatro anos. Das 400 sessões de que deveria participar em seu mandato, o primeiro suplente se ausentou em 164. Dessas faltas, 53 estão sem justificativa. Em maio de 2011, Lobão Filho sofreu um acidente automobilístico, o que contribuiu para a soma de ausências na Casa (foram 26 licenças médicas naquele ano). Mas, ainda assim, o peemedebista aparece como o senador que teve mais faltas não justificadas em 2013 e 2014.
Além de Lobão Filho, estão entre os que faltaram o equivalente a um ano de sessões Mário Couto (PSDB-PA), Jader Barbalho (PMDB-PA), Fernando Collor (PTB-AL), Sérgio Petecão (PSD-AC), Francisco Dornelles (PP-RJ), Cícero Lucena (PSDB-PB), Epitácio Cafeteira (PTB-MA) e Kátia Abreu (PMDB-TO).
Nem todos os senadores podem ser enquadrados na mesma condição. Alguns deles atribuíram parte de suas faltas a problemas de saúde. Aos 90 anos, Cafeteira, por exemplo, acumulou 46 licenças médicas apenas no ano passado. Os dados extraídos da página oficial do Senado apontam que Lobão Filho e Mário Couto faltaram a mais de um terço das sessões. Os dois senadores lideram a lista de faltas dos últimos quatro anos.
Jader Barbalho foi o mais ausente em 2012 e 2013, ficando em terceiro lugar entre os mais faltosos da legislatura. Apesar de ter iniciado o mandato no final de 2011, Jader deixou de compareceu a 137 sessões no período em que estava no mandato. A maioria de suas faltas, 116, foi abonada devido às licenças apresentadas à Mesa Diretora.
Em quarto lugar está o ex-presidente Fernando Collor. O petebista não marcou presença em 28% das 424 sessões. Collor e Petecão continuam no mandato. Francisco Dornelles é vice-governador do Rio de Janeiro. Jader está de licença médica e Kátia Abreu se afastou do Senado para comandar o Ministério da Agricultura
.

Repórter global Caco Barcellos fica preso no Maranhão



Jornalista do Profissão Repórter, da Rede Globo
Jornalista do Profissão Repórter, da Rede Globo
O jornalista e produtor do programa “Profissão Repórter”, Caco Barcellos, não deu sorte hoje quando se deslocava de Marajá do Sena para a cidade de Lagoa Grande.
Ao passar por uma rodovia estadual que liga as cidades de Lago da Pedra a Lagoa Grande, seu veículo atolou no meio da estrada.
Esta é uma obra que vinha sendo realizada ainda pelo governo de Roseana Sarney faltando apenas imprimir os serviços de terraplenagem para que o asfalto fosse colocado.
Ocorre, porém, que no governo de Flávio Dino as obras foram paralisadas e vem causando enormes transtornos para quem nela passa.
Caco Barcellos esteve antes em Bacabal e Marajá do Sena fazendo matérias sobre o extremo estado de pobreza das cidades e o desvio de recursos por gestores públicos.
Então deve aproveitar para mostrar ao Brasil como os governos trataram  nossas vias de acessos.

TUTÓIA - Justiça Cassa Diploma do Prefeito "Diringa Baquil", do Vice "Batista Leonardo" e do Vereador Gean Lima


Prefeito Raimundo Baquil (Diringa) e seu vice 
João Batista Araújo Silva (Batista Leonardo) 

Numa decisão promulgada na manhã desta quinta-feira (16), pelo juiz daquela comarca, Dr. Rodrigo Otávio Terças Santos, cassou os mandatos do prefeito de Tutóia Raimundo Nonato Abraão Baquil (o "Diringa"), do seu vice João Batista Araújo da Silva (o "Batista Leonardo") e do vereador Gean Lima Silva, pelo crime de captação ilícita de sufrágio e abuso de poder econômico. Os condenados podem recorrer da decisão.

Gean
Vereador Gean Lima

A decisão decorre de um processo movido por Francisco de Assis Canavieira ("Chico Canavieira") visando apurar a prática de captação ilícita de sufrágio (COMPRA DE VOTO), prevista no art. 41-A da Lei n.º 9.504/97, consistente na oferta e entrega sistemática, em larga escala, de dinheiro, bens e vantagens diversas a eleitores em troca de votos, no período compreendido entre a data do pedido de registro e o dia da eleição ocorrida em 2012.

Um trecho da decisão do magistrado destaca que "Para análise judicial, foram trazidos, com a exordial, 45 (quarenta e cinco) fatos supostamente tidos como condutas ilícitas por se fundarem na ocorrência de oferta e entrega aos eleitores de geradores, dinheiro, materiais de construção, quitação de dívidas junto a Colônia de Pescadores, anistia de dívidas de aluguel, entre outras condutas que tinham por objeto favorecer a campanha eleitoral dos investigados."

Outro trecho manda que "Oficie-se às instituições financeiras visando ao bloqueio da movimentação financeira por parte dos então ocupantes do cargo de Prefeito e Vice-Prefeito (RAIMUNDO NONATO ABRAÃO BAQUIL e JOÃO BATISTA ARAÚJO DA SILVA), devendo o bloqueio ser desfeito com a apresentação do termo de posse do novo ocupante da Chefia do Executivo, seja interino, Presidente da Câmara, seja definitivo, escolhido após a eleição indireta."

Se Diringa não conseguir uma Liminar e a decisão for mantida o atual presidente da Câmara de Vereadores, "Antonio Chico" será o prefeito de Tutóia até a realização da eleição indireta, conforme art. 81, §1º, da Constituição Federal. E o atual vice-presidente da Casa, o vereador Elias do "Chico Elias" será o novo Presidente da Câmara.

E quanto ao vereador Gean, perdendo o mandato, assume o primeiro suplente da coligação, no caso "Romildo do Hospital".

Clique aqui e confira parte da sentença.


Juiz da Comarca de Tutóia, Dr. Rodrigo Otávio Terças 


*Com informações do Blog do Neto Pimentel e Blog do Elivaldo Ramos

Fonte: TRE-MA

Clique AQUI e veja a sentença completa

Policiais de Parnaíba e Araioses-MA capturam dois bandidos na Ilha do Goiabal.

Foto divulgação
José Nascimento dos Santos, conhecido “Zezim” e seu comparsa, o nacional Fernando Paulo Silva, o Josué, foram capturados e tirados de circulação. 
A operação teve início às 03:00h da manhã de ontem (17), com objetivo de prender José Nascimento dos Santos, vulgo “Zezim”, indivíduo com ficha criminal extensa no Estado do Piauí e que estava aterrorizando os moradores da Ilha do Goiabal, em Araioses-MA.
A operação buscou dar cumprimento a mandado de prisão expedido pelo poder judiciário de Parnaíba (PI) e contou com a participação da guarda municipal, Polícia Militar e civil de Araioses, além da polícia civil de Parnaíba.
A coordenação da operação era comandada pelo delegado de Araioses, Bruno Madson Marques Moura. 
Durante a operação, os policiais tiveram que atravessar o Rio Santa Rosa que margeia a cidade de Araioses e a Ilha do Goiabal, de onde seguiram a pé por uma trilha de 02 (dois) km de lama e mata fechada, para chegar ao povoado onde estava à residência de Fernando Paulo Silva, conhecido “Josué” – que se encontrava em casa ao amanhecer.
A dupla é acusada também pela tentativa de roubo ao estabelecimento comercial “Silvestre Construções”, ocorrido em janeiro deste ano, no povoado João Peres (município de Araioses) e respondem a processos criminal em andamento no fórum daquela localidade.

As informações do blog Daby Santos

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Logo mais toda a maracutaia do concurso do município de Araioses. 

taca taca no povo

TJ decreta ilegal medida que proíbe jornalistas na Câmara de Araioses


Vereadores proibiram presença de jornalistas em casa legislativa.
Medida não tem respaldo legal no ordenamento jurídico.

A Justiça do Maranhão entendeu como ilegal a medida dos vereadores da cidade de Araioses, a 306 km de São Luís, que proíbe a entrada de jornalistas na Câmara Municipal, cujo presidente havia solicitado força policial para impedir o acesso da imprensa às dependências e ao plenário de sessões da casa legislativa.
De acordo com o desembargador Lourival Serejo, relator do processo, os vereadores não apresentaram provas consistentes que justifiquem o posicionamento da Câmara em proibir, de forma impositiva, a atuação dos profissionais de jornalismo no Legislativo Municipal, que sequer comprovou a existência de qualquer votação para deliberar acerca do fechamento das sessões à imprensa.
Para o magistrado, a medida não tem respaldo legal no ordenamento jurídico, tendo em vista que, em regra, as sessões da Câmara Municipal devem ser abertas ao público, considerando que o fechamento só deve acontecer por motivo relevante de preservação da corporação parlamentar.

Os vereadores já então acuado pela população de pior legislativo de todos os mandatos querem ficar escondido e concordar com cala-te boca que foi implantado em Araioses, se depender do presidente pode esperar tudo, principalmente se for ordem da prefeita e de seu pai manim leal. 

Sargento da PM do Piauí é executado a bala no Maranhão.


Por volta das 11h desta quarta-feira (15) um sargento da Polícia Militar do Estado do Piauí identificado apenas como Gonçalo foi morto, na zona rural da cidade de Timon, no Maranhão. De acordo com informações, o sargento teria reagido a assaltantes que tentaram roubar seu veículo, um carro modelo Hilux.
Informações dão conta de que os criminosos levaram o sargento para uma estrada que liga Timon ao município de Matões e, em seguida, realizaram a execução. Os assaltantes incendiaram o veículo da vítima, uma Hilux prata, cabine dupla, de placa NNI 5150.
Ao chegarem na estrada Baú, zona rural do município de Buriti Bravo-MA, os bandidos abordaram funcionários de uma construtora e tomaram vários aparelhos celulares. Trancaram a estrada com um trator, levando a chave. O corpo do sargento foi jogado no mato próximo do povoado perdido.